quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Tribuna: a despedida ao Rafael

por Rodrigo Szymanski e Davi Carrer 
- cocalcomunitario@gmail.com

Emocionada, a vereadora Angela Maria Mendes Anjo (PPS) usou da tribuna de ontem (16/9) para falar, como vinha fazendo a várias sessões, da campanha de doação de medula. “A noite de hoje não é muito agradável”, comentou, destacando o falecimento do jovem Rafael de March. “Estávamos, ou melhor, ainda estamos na campanha que o Rafael esteva à frente. O Rafael foi um jovem que foi guerreiro e lutador, ele se colocou na frente para ajudar muitas pessoas”, falou Angela, que também está envolvida na campanha..

A vereadora ainda informou que três outros jovens ainda estão na luta contra leucemia: o Renan e o Peterson, de Cocal do Sul, e a jovem Natalia, de Lauro Muller. “A Natália confirmou hoje que o doador é 100% compatível, ficamos triste pelo Rafael e feliz pela Natalia”, concluiu, dizendo que é necessário continuar a campanha, “agora mais do que nunca temos que correr para não perder mais ninguém”.

A vereadora, ainda em seu pronunciamento, destacou a importância do Plano de Carreira para o Magistério e parabenizou os professores e o sindicato pela luta e pelas conquistas, além da importância da Secretaria de Educação no debate. 

Editorial: Rafael nos deu a certeza que temos que lutar pela vida

cocalcomunitario@gmail.com

Sem dúvidas a páscoa do jovem Rafael nos deixou lacunas de dores. Sentimos a dor de perder um jovem que lutou tanto pela vida. Choramos juntos com familiares e amigos o sentimento de impotência perante a morte.

Mas Rafael nos deixou um legado de defesa da vida que não podemos deixar passar. Ele iniciou uma campanha de doação de medula, em que milhares fizeram novos cadastros de doadores e milhares são os sinais de vida deixados.

Não podemos abandonar a campanha por doação de medulas. Outros jovens precisam e precisarão de doação e cada pessoa salva, teremos neles um pedaço do Rafael, que impulsionou a campanha.

Nossa solidariedade aos familiares, que a ternura do Deus acolhedor abrace a todos que acreditam nesta campanha de doação de medula iniciada pelo nosso amigo e agora eterno Rafael, pois “se não é esquecido quem escreve um livro, jamais será esquecido quem lutou pela vida”.

Plano de Carreira dos Professores é aprovado

por Rodrigo Szymanski e Davi Carrer
 - cocalcomunitario@gmail.com

A sessão do Legislativo de Cocal do Sul iniciou com um minuto de silêncio pelos falecidos no município nos últimos dois dias. O vereador Sidney Duarte de Oliveira (PSDB), por motivos de saúde pediu licença de 30 dias, assumindo o primeiro suplente do PSDB, Lésio Rosso, que após prestar juramento ocupou sua cadeira. A vereadora Roseny Cittadin Barbosa (PMDB),  por ser a segunda secretária, assumiu a mesa-diretora.

O alto das votações da noite foi a aprovação do Plano de Carreira do Magistério. A vereadora Ângela Maria Mendes Anjo (PPS) justificou que é preciso “valorizar aqueles que estão em sala de aula”, já o vereador Volnei Da Silva (PSD) parabenizou a secretária de Educação e justificou que os vereadores sempre lutaram pela educação. Lésio destacou que os professores só recebem melhores condições com luta.

Na sessão também foi aprovada regulamentação na lei que garante salário piso de R$ 1.014,00 para as agentes de saúde. Segundo o vereador Luiz Henrique de Bittencourt (PP), seguindo assim a legislação federal.

Também houve mudança na lei que assegura e regulamenta das concessões de terrenos na área industrial II da cidade. 

Todos contra a pedofilia

por Davi Carrer 
- cocalcomunitario@gmail.com

“Pedofilia, quebrando o silêncio”. Este é o tema da palestra que a Secretaria de Assistência Social e da Família de Cocal do Sul promove nesta quinta-feira (18/9). Durante o encontro, o público terá conhecimento sobre como identificar o pedófilo, o que o atrai, como agem, o papel dos pais, do professore, a pedofilia no mundo, entre outros aspectos. O objetivo é conscientizar a sociedade sobre a importância de denunciar e trabalhar o senso de responsabilidade social de cada pessoa. A palestra ocorre no Auditório do Instituto Maximiliano Gaidzinski e é aberta para a comunidade.

O tema será apresentado pela palestrante Tânia Mara Abrão Guerreiro, única Policial Militar do Brasil capacitada em pedofilia. O evento também é alusivo ao Dia Estadual de Combate à Violência e à Exploração Sexual Infantojuvenil (24 de setembro).

Segundo a Psicóloga, Luciana Gerônimo “o tema foi escolhido como uma forma de alerta e para conscientizar a população, já que alguns direitos foram violados no município e estão sendo atendidos”, relata.

Histórico da palestrante

Tânia Mara Abrão Guerreiro é graduada subtenente da Polícia Militar do Paraná e possui 33 anos de serviço. Há 30 anos atua na área de pedofilia (abuso sexual), esta há 15 anos a frente do Movimento Nacional em Defesa da Criança Desaparecida do Paraná, atuou no mutirão de sexualidade da secretaria Estadual de Educação e há 18 anos é comissária (voluntária) do menor.

A profissional faz parte do Festival de artes da rede Estudantil – Fera, possui curso de aperfeiçoamento de sargento, licenciatura em pedagogia na Universidade de Castelo Branco (Curitiba), pós-graduação em metodologia de enfrentamento à violência contra criança e adolescente, e possui ainda inúmeras especializações, é autora de três manuais e é a Única Policial Militar do Brasil capacitada em pedofilia.

(Colaboração texto/foto: Maria Luiza Da Rolt – Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal de Cocal do Sul)

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Espaço Cultura: O Corvo - Minha primeira lembrança cinematográfica

por Guilherme Fabro
 - cocalcomunitario@gmail.com

Quando tento lembrar do primeiro filme que assisti, sempre lembro de uma mesma cena, nela um corvo aparece voando, pousa no parapeito da janela e dentro do quarto vejo um homem com o rosto pintado de branco. Essa cena se passa logo depois que Eric Draven descobre o que aconteceu com sua namorada. Eu sei que o Corvo não foi meu primeiro filme, mas o legal que ele é minha primeira grande lembrança e por isso merece importância.

Sinopse: Eric Draven e sua noiva Shelly são brutalmente assassinados na Noite do Demônio (Devil's Night), a noite que precede o Halloween. Um ano depois, Eric volta do mundo dos mortos guiado por um corvo. Inicialmente sem lembranças do ocorrido, volta ao seu antigo apartamento onde recobra as memórias e a dor da morte. Eric pinta em seu rosto com os traços de um palhaço feliz e distorcido e inicia uma caçada para vingar-se de seus assassinos. Inimigo após inimigo, batalha após batalha, Draven está perto de completar seu triste propósito. Ele vive. Eles morrem. Mas há um segredo sobre seus poderes. E se os seus rivais o descobrirem, talvez não haja mais nada na Terra capaz de salvá-lo. O roqueiro Eric Draven está morto... Mas, estranhamente, ele ainda vive.

Brandon Lee (Filho do Bruce Lee) interpreta Draven neste conto sobrenatural de vingança, baseado na série em quadrinhos criada por James O'Barr. Alex Proyas (Eu, Robô) dirige o filme, combinando os elementos de suspense da vingança de Draven com um incrível visual neogótico, até então diferente de tudo já visto nas telas.

O Corvo é um daqueles filmes que eu assisti quando guri e nunca esqueci, virou um clássico. A história é simples, a sinopse entrega todo o filme, mas vale muito assistir. A direção do filme é excelente, ela te envolve e te faz ir junto com Draven na vingança. As atuações também ajudam, todos atores são muitos bons, Brandon é fora de serie, infelizmente ele morreu durante a gravação (explicações no fim do post). Toda a polêmica da morte ajuda a “vender” o filme, mas ele é muito mais do que isso. O visual do filme é outro ponto incrível, figurino e principalmente a fotografia estão impecáveis. Um detalhe, o filme é gravado praticamente todo durante a noite para dar um ar ainda mais sombrio. O filme teve duas continuações, mas ambas não chegam aos pés do original. Nos últimos anos Hollywood está tentando fazer um remake do filme, atores e roteirista já foram contratado e trocados algumas vezes. Nos resta esperar.

A trilha sonora com clássicos do Rock é um capitulo à parte, trilha que combina bem com o ar gótico e sombrio que o filme possui, entre elas estão: Burn - The Cure, Big Empty - Stone Temple Pilots, Dead Souls - Nine Inch Nails, Darkness - Rage Against The Machine, Snakedriver - The Jesus and Mary Chain.

"Prédios queimam, pessoas morrem, mas o amor verdadeiro é para sempre." ….. em O Corvo vimos que o amor verdadeiro que ultrapassa toda e qualquer barreira, até a morte. Um tema muito comum em filme, mas o amor em o Corvo foi elevado a um grau até então não visto nos cinemas e depois dele muitos outros filmes usaram o tema.

Curiosidade: A morte de Brandon Lee

A realização deste filme foi marcada pela morte de Brandon Lee, filho de Bruce Lee. Uma das cenas rodadas para o filme requeria que uma arma fosse carregada, engatilhada e apontada para a câmera mas, por causa da curta distância do take, a munição carregada era de verdade mas sem pólvora. Após a realização desta cena, o assistente do armeiro (não o armeiro, que já havia deixado o set) limpou a arma para retirar as cápsulas, derrubando um dos projéteis no cano.

A cena seguinte a ser filmada, envolvendo aquela arma, era o estupro de Shelly, sendo que a arma foi carregada com festim (que normalmente tem duas ou três vezes mais pólvora do que um projétil normal, para fazer um barulho alto). Lee entrou no set carregando uma sacola de supermercado contendo um saco de sangue explosivo. No roteiro constava que Funboy deveria atirar em Eric Draven quando ele entrasse na sala, estourando o saco de sangue. O projétil que estava preso no cano foi disparado em Lee através da sacola que ele carregava, matando-o. Os negativos com a filmagem de sua morte foram destruídos sem nunca terem sido revelados

"Não pode chover o tempo todo, o céu não pode cair para sempre e embora a noite pareça longa, suas lágrimas não podem cair para sempre".

Políticas dos Direitos dos Idosos: palestra gratuita nesta terça

por Davi Carrer
 - cocalcomunitario@gmail.com

Políticas dos Direitos dos Idosos é o tema da palestra aberta a toda população nesta quarta-feira (17/9), às 14 horas, no Auditório da igreja matriz. O encontro tem a finalidade de formar a comissão para criação do Conselho Municipal do Idoso. “O Conselho deverá promover um amplo e transparente debate das necessidades e anseios dos idosos, encaminhando propostas aos poderes municipais, principais responsáveis pela execução das ações. O papel do Conselho é consultivo, normativo, deliberativo e formulador de políticas dirigidas à pessoa idosa”, afirma a secretária de Assistência Social, Sinara Crippa Milanez.

A Importância da Criação do Conselho Municipal do Idoso

O Conselho é de suma importância para a busca de melhorias para os idosos em nível nacional, estadual e municipal. Ele visa estimular os idosos para que participem da formulação da Política Municipal do Idoso, sensibilizar os Poderes Públicos municipais quanto às responsabilidades no atendimento das demandas do segmento em conformidade com as políticas públicas do idoso, procura formas de parceria que promovam os direitos dos idosos, estimula a organização de idosos e sua efetiva participação social, visando sua integração e exercício da cidadania, fortalece o Papel do Conselho Municipal enquanto órgão interlocutor entre a Sociedade e o Poder Público, contribui na formulação de ações locais de promoção da pessoa idosa, fiscaliza, supervisiona e avalia a implementação da Política Nacional do Idoso (PNI) e do Estatuto do Idoso e incentiva a apoiar ações concretas em favor dos idosos visando assegurar sua continuidade.

(Colaboração texto/foto: Maria Luiza Da Rolt – Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal de Cocal do Sul)

Caminhão denunciado no Cocal Comunitário não é da Prefeitura

por Davi Carrer
 - cocalcomunitario@gmail.com

Em contato com o site Cocal Comunitário, o secretário de Administração e Finanças de Cocal do Sul, Clédio Fachin, afirmou que o caminhão, denunciado aqui no site carregando cascalhos sem nenhuma segurança, não é da Prefeitura. “Não temos esse tipo de caminhão e não leiloamos caminhões caçamba na nossa gestão. Também não realizamos nenhum transporte de cacos durante as duas últimas semanas”, informou Fachin.

O caso foi denunciado por um leitor, no espaço Fala Comunidade, em que toda população pode enviar seu recado, seja elogio ou crítica. Confira aqui.